Tem arte no Mercadão

9 de setembro de 2014 / Perdidos e Encontrados
Tem arte no Mercadão-1

Mercado Municipal Paulistano, o Mercadão: Em meio a multidão e anúncios vocalizados convidando a experimentar todas as irresistíveis frutas, é possível encontrar quase camufladas as artes do Reginaldo (nas fotos que fiz – imagem acima). Há apenas dois meses ele cria estas artes que fazem mais do que enfeitar os recipientes de arroz e feijão.

Na correria e com simpatia, ele confessou que teve um aumento das vendas. Não é para menos, quem passava por ali sempre parava para admirar, comentar ou fazer uma foto.

A banca, sem dúvida, ganhou um valor particular que nos faz pensar sobre a importância do trabalho de um ponto de venda, aquele lugar onde muitos de nós acabamos seduzidos pelas mentes criativas da publicidade. Além de cumprir a principal função de aumentar a receita, o aspecto mais essencial está no fato de que as artes são feitas por ele, utilizando os produtos – um alto valor agregado. Peças publicitárias de prateleira como folheto, site, rede social, wobbler, faixa de gôndola e tags ajudam muito, mas seriam apenas soluções básicas se não há um diferencial.

Indo mais longe, precisamos repensar esse novo tempo, em que não sabemos mais esperar e que queremos tudo a um clique, Reginaldo resgata os valores do fazer e apreciar arte.

Obrigada Reginaldo. Arte perdida e encontrada.